5 REGIÕES VÍNICAS – SINTONIA E COOPERAÇÃO


logo-do-centro

Sob o signo de perfeita harmonia e conjugação de sinergias, os Dr. Vasco d’Avillez foi o apresentador deste projeto único, que representa algo inédito em Portugal! 5 organismos, no caso 5 Comissões Vitivinícolas do Centro de Portugal que representam quase 35% da área total de vinha plantada, resolveram juntar esforços no sentido de dinamizar esta zona de Portugal.

Todo o projeto, visou juntar os apoios concedidos no quadro do QREN e do Programa 2020, sob tutela na região da CCDR Centro, e dinamizar a viticultura em diversas vertentes inerentes à atividade vinícola, das mais importantes em Portugal.

Envolve pois, cooperação técnica conjunta, dinamização do Turismo cada vez mais importante e com peso no setor e partilha de conhecimento.

dsc07781

No fim houve teve-se a oportunidade de prova de vinhos entre as diversas regiões presentes, bem como um jantar que foi acompanhado dos respetivos vinhos.

 

A importância do sector do Vinho em Portugal

. Pelo sexto ano consecutivo, as exportações portuguesas de vinho cresceram em valor, atingindo em 2015 um novo máximo histórico de 737,3 milhões de euros
. Portugal mantém-se como o nono maior exportador de vinho a nível mundial, seguido de muito perto pela Argentina,que fechou o ano com exportações na ordem dos 737 milhões de euros
. A lista é liderada pela França, com 8.244 milhões de euros exportados, seguida a já longa distância pela Itália, que exportou 5.353 milhões de euros.
. A França representa o principal destino das exportações de vinho nacionais, representando perto de 110 milhões de euros. O Reino Unido, a subir 7,1% face a 2014, Angola a diminuir 23,7% e os Estados Unidos da América a crescerem 16,3%, ocupam os restantes lugares cimeiros.
. Em 2015, o preço médio por litro exportado foi o mais caro de sempre – 2,63 euros. Desde 2011, o preço médio aumentou 23,4%.
. Portugal tem o quarto maior preço médio de exportação, sendo só ultrapassado pela França, pela Nova Zelândia e pelos Estados Unidos.

A Região Centro e as suas Denominações de Origem

A Região Centro integra as Denominações de Origem da Beira Interior, da Bairrada e do Dão, parcialmente, a de Lisboa e, residualmente, a do Tejo.

OS MAPAS (Clique para ampliar)

MAPA DA REGIÃO DO TEJO (clique para ampliar)

MAPA DA REGIÃO DO TEJO
(clique para ampliar)

Esta importante região, o Centro, é responsável por cerca de 37% da área total de vinha existente em Portugal e 35% da produção de vinho nacional. Em termos de volume de exportações, exporta entre 40 a 50% da sua produção, consoante as diferentes regiões.

ALGUNS QUADROS IMPORTANTES

O Programa Estratégio de Apoio à Fileira do Vinho na Região Centro envolve 3.500m€, e tem os seguintes aspetos principais:

entidades-envolvidas-no-projeto

acoes-desenvolvidas-em-conjunto-pela-5-cvrs

E agora, máos à obra! Como diriam os romanos,

Alea Ajacta Est!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s